sábado, 28 de agosto de 2010

Um Pouco de Padre Raimundo Ribeiro Filho...

Filho do casal Raimundo Ribeiro de Araújo e Maria Francisca da Silva Ribeiro, nasceu aos dez de agosto de mil novecentos e cinqüenta e seis em Quixelô-CE, sendo batizado pelo Mons. Francisco Couto e crismado pelo Bispo Dom José Mauro de Alacon Santiago.

Em 1978 entrou no Postulantado no Carmelo em Caratinga-MG; em 1979 fez o noviciado em São Roque-SP; De 1980 a 1982 cursou Filosofia, formando-se naquela última data; Em 1983 cursou Teologia pela Pontifícia Universidade Católica de Belo Horizonte-MG; Em junho de 1987, recebeu o Diaconato na Paróquia de Fátima em Teófilo Otoni-MG; aos 14 de setembro do mesmo ano, ordenou-se sacerdote na Catedral de Teófilo Otoni-MG; Depois de ordenado passou dez anos atuando como pároco em Águas Formosas-MG, sendo responsável por vinte e duas comunidades e três distritos.

Em 1997, foi nomeado pároco em Malacacheta por cinco anos, tendo sob sua administração mais duas paróquias, fazendo um total de três paróquias que eram assim distribuídas: 07 distritos e 72 comunidades rurais. Em algumas delas, o transporte era feito apenas por cavalo.

Em maio de 2003, voltou para sua terra natal Quixelô – Ceará, e em julho foi convidado pelo padre Mota para ficar com ele durante a Festa de São Raimundo Nonato, na oportunidade ficou até dezembro, quando entrou na Diocese de Crato.

Padre Raimundo Ribeiro afirma: “Sou filho desta Diocese, pois quando fiz minha primeira Eucaristia (Comunhão) com sete anos, Iguatu ainda não era Diocese”.

Em 25 de dezembro de 2003, tomei posse na Igreja Matriz de São Vicente Ferrer – Crato, ficando por 7 anos e meio na administração paroquial.

Atualmente tenho 23 anos como sacerdote com a graça de Deus. Quero Ficar aqui por muito tempo, se for da vontade de Deus.

FONTE : DESPERTAR Nº 100

3 comentários:

Iris Pereira disse...

Bem aventurado seja pe. Raimundo. Que os meus irmãos se façam por merecerem esta divina graça de alguém cuidando da parte espiritual deles e o recebam de braços e coração abertos. Para que tudo fique na paz do Senhor e nossa PS continue tendo o destaque que merece.
Pra ser ajudado é necessário que se queira se queira ajuda.
Tenha uma divida morada aí em minha terra.
Um forte abraço de boas vindas.
Íris Pereira

Antonio Correia Lima disse...

Amiga Irismar, a Padre Raimundo Ribeiro chega em Ponta da Serra e encontra o povo muito receoso a seu respeito, pela sua fama de rígido, mas parece que tudo vai dar certo.

Iris Pereira disse...

Se eu estivesse ai só teria um conselho a dar aos meus conterrâneos, primeiro que não existem pessoas rígidas, duras de coração e sem bondade, o que existem são atitudes que merecem mais repreensão e serem adivertidas e este é o papel do nosso pároco, cuidar de nossas almas e do nosso bom comportamento. Afinal será ele o intermediario entre eles e os mandamentos de uma vida cristã. Portanto peço aos irmãos que abram os braços ao nosso Pe. Raimundo Ribeiro, pois só com a união se fará a força e neste momento precisamos de união e não de divisão. É andar pra frente agora e ajudá-lo manter as coisas em ordem.
Que Deus esteja com todos vocês.
Íris Pereira