terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Alunos da Escola Joaquim Valdevino aprovados no Vestibular da URCA






Enganam-se os que andam dizendo que a nossa Educação está no fundo do poço: está aí a prova, pois, esses jovens alunos da Escola Joaquim Valdevino de Brito, antes de colarem grau, já se anteciparam e foram aprovados no Vestibular da URCA. Vale dizer que o time está incompleto. Velam a relação completa fornecida pela escola.
Parabéns alunos pela aprovação no vestibular da URCA 2015.1


EINSTEIN RICARDO BATISTA - CIENCIAS ECONOMICAS MANHÃ – 9º lugar
ELISA GONÇALVES LEITE - CIENCIAS ECONOMICAS MANHÃ – 27º lugar
ERIKA DIONÍSIO DE ANDRADE - CIENCIAS ECONOMICAS MANHÃ – 39º lugar
JOÃO PAULO DAVID ALVES CIENCIAS ECONOMICAS NOITE – 8º lugar
BRUNA PORFIRIO CELESTINO - ENFERMAGEM - MANHÃ/TARDE – 19º lugar
LIVIA MARIA DOS SANTOS - ENFERMAGEM - MANHÃ/TARDE – 20º lugar
KAIO RITHELLY DO NASCIMENTO FERREIRA - CIENCIAS BIOLOGICAS NOITE – 26º lugar
WDENIA ESTEVÃO DA SILVA - CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - NOITE – 38º lugar
ZILDENE DE SOUSA SILVEIRA - CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - MANHÃ/TARDE – 32º lugar
LEIDIANE DE SOUSA PEREIRA - PEDAGOGIA – MANHÃ – 5º lugar



sábado, 24 de janeiro de 2015

SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA DA SEDE DE PONTA DA SERRA



CACIMBÃO TIPO RESERVATÓRIO

Por muitos  anos a sede do Distrito de Ponta da Serra foi  abastecida de água por um sistema de cacimbões, que iniciou com a antiga cacimba da família Correia do Juá, e depois foi ampliado com mais  uma cacimba na propriedade de Antonio Leite, e por último, a SAAEC construiu um grande cacimbão na mesma propriedade do Antonio Leite, mas que não tem o mesmo potencial das duas cacimbas menores, servindo, portanto, de reservatório.
O sistema funciona da seguinte maneira: as duas cacimbas alimentam o reservatório, e esse envia através de canos a água para sede, onde é distribuída para as residências.
Hoje, uma das cacimbas pertence aos herdeiros de Irlande Correia, a outra pertence ao Vereador Henrique leite, sendo que o cacimbão( Reservatório) fica também na propriedade do Henrique e foi construído pela SAAEC.
O vereador Henrique informa que não recebe nem uma forma de pagamento por parte da SAAEC, e que se utiliza da água de sua própria cacimba numa média de 2hs e  40 minutos para aguar o capim de sua propriedade,  e o restante do tempo é utilizado pela SAAEC.


sábado, 13 de dezembro de 2014

PESQUISA SOBRE A FAMÍLIA BRITO DO CARIRI


Olá amigos da família Brito da região do Cariri, há dez anos venho tendo acesso aos livros da Matriz do Crato (Batismos, Casamentos e óbitos)sob a guarda do  DHDPG - Departamento Histórico Diocesano Padre Gomes referentes ao período de 1850 a 1950  e também nos Inventários da Freguesia de Crato no CEDOC – Centro de Documentações do Cariri – URCA –CRATO.
Conclui a primeira etapa ada pesquisa que foi a coleta de dados em manuscrito, e agora estou na segunda fase , que é a digitação e a montagem das famílias.
Decidi iniciar esse trabalho com a família Brito e os seus vários ramos, dentre eles os
Alves de Brito / Lima; Alves de Brito;  Belmiro Brito; Bezerra de Brito;  Brito Bacurau;
Brito Correia; Brito Firmeza; Brito Silva; Caetano de  Brito  /Lima; Carvalho de Brito;
Feitosa Brito;  Felismino de Brito;  Fialho de Brito; Fialho der Brito; Figueiredo de Brito;
Freire de Brito; Gonçalves de Brito; Januário de Brito; Jucá de Brito; Liberalino de Brito;
Lobo de Brito; Lopes de Brito; Macário de Brito; Morais de Brito; Moreira de Brito;
Norões Brito; Oliveira /Abagaro/Honor de Brito;  Penha de Carvalho Brito; Pereira Brito;
Quaresma de Brito; Silva Brito; Sousa Brito/Lima; Valdevino de Brito; Vieira de Brito;
Vilar de Brito.
De acordo com relato dos mais velhos dessa família, três irmãos Brito chegando nesta região, talvez em final do século XVIII e início do XIX,  uma decidiu se fixar na região hoje compreendida por Palmeirinha dos Brito, outro na Malhada e o terceiro no Sítio São Bento.
Hoje já sabemos quem foram os ancestrais desses três irmãos ( pais e avós) e a revista A Província trará em sua próxima edição que foram eles.
Agora Irei  trabalhar os descendentes dos três irmãos Brito, conto com sua colaboração, e partindo de você diga quem são seus pais, avós e bisavós para que eu possa fazer o cruzamento dos dados.



sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

E.E.M JOAQUIM VALDEVINO DE BRITO NTPPS- NÚCLEO DE TRABALHO, PESQUISAS E PRÁTICAS SOCIAIS.


E.E.M JOAQUIM VALDEVINO DE BRITO
NTPPS- NÚCLEO DE TRABALHO, PESQUISAS E PRÁTICAS SOCIAIS.




RELATÓRIO DE PESQUISA


ANÁLISE SOBRE A QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS PELO ESF NO DISTRITO DE PONTA DA SERRA. 





ANÁLISE SOBRE A QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS PELO ESF NO DISTRITO DE PONTA DA SERRA.







Relatório de pesquisa apresentado na feira de Ciências da EEM Joaquim Valdevino de Brito.


INTRODUÇÃO

O Ministério da Saúde criou, em 1994, o Programa Saúde da Família (PSF).  Com o propósito de: reorganizar a prática da atenção à saúde em novas bases e substituir o modelo tradicional, levando a saúde para mais perto da família e, com isso, melhorar a qualidade de vida dos brasileiros.
            Atualmente esse programa é chamado de ESF (Estratégia de Saúde na Família), é o modelo assistencial da Atenção Básica, que se fundamenta no trabalho de equipes multiprofissionais em um território adstrito e desenvolve ações de saúde a partir do conhecimento da realidade local e das necessidades de sua população. O modelo da ESF, busca promover o acesso aos serviços; promover a aproximação das unidades de saúde com as famílias e aumentar a capacidade de resolução dos problemas de saúde mais comuns.
Mesmo assim, Estratégia de Saúde na Família, ainda deixa a desejar, pois percebemos que ainda não há de fato, um bom atendimento das equipes para com os usuários. O ESF (Estratégia de Saúde na Família), deve oferecer, atendimento e medicamentos de qualidade para todos os cidadãos que necessitam desse programa, mas infelizmente, isso ainda não é o que acontece, pois a realidade desse sistema é bem diferente, fazendo assim, com que a população se mostre insatisfeita.
            Os postos de saúde na maioria das vezes, não disponibilizam os medicamentos necessários para as famílias das comunidades, ou seja, aquelas famílias mais carentes, que não tem condições financeiras, para arcar com despesas de remédios. E isso faz com que essa seja umas das maiores reclamações feitas pela comunidade. Destacamos também, a falta de médicos, que é outra grave reclamação, se não, a pior de todas elas. Com isso, a precariedade do ESF, é hoje em dia, uma das maiores reclamações das comunidades em relação à saúde. Além dos grandes problemas já relatados, ainda presenciamos a frequência das visitas do ESF as famílias, que também não acontecem organizadamente, pois, essas visitas na realidade devem ser feias mensalmente, pelos profissionais de saúde.


DESENVOLVIMENTO

Tivemos como proposta ao desenvolver este projeto, apresentar como funciona o atendimento médico do ESF do distrito de Ponta da Serra, tendo em vista, pesquisar mais, sobre essa problemática que tanto incomoda e afeta a vida das pessoas que fazem uso desse sistema. Elaboramos um questionário e aplicamos em algumas residências da localidade, objetivando, colher informações sobre a opinião desse distrito, a respeito da saúde.
De antemão, já podemos destacar a insatisfação das famílias para com esse programa, pois, apenas em algumas visitas a unidade de saúde de Ponta da Serra percebeu o mau atendimento, vale destacar também, que não constatamos isso apenas em visitas ao posto de saúde, e sim, no nosso dia-a-dia, já que as reclamações são frequentes.
Foram entrevistadas um grupo de pessoas, entre elas mulheres de 18 a 72 anos e homens de 19 a 50 anos e apresentaram os seguintes resultados:



CONCLUSÃO

De acordo com as pesquisas realizadas para o desenvolvimento do projeto, concluímos que a população de Ponta da Serra, não está satisfeita com os serviços prestados pelo ESF (Estratégia de Saúde na Família). A população relata diversos problemas presentes no ESF, como a falta de médicos, enfermeiros, medicamentos e aparelhos para a realização de exames.
Diante disso, a comunidade deseja que para a melhoria dos serviços do ESF, é preciso que haja, um melhor atendimento e compromisso com a população, fazendo com que o atendimento seja de qualidade, tendo uma maior quantidade de profissionais da saúde, medicamentos para suprir a necessidade de todos e que a comunidade possa realizar exames com aparelhos de qualidade.


PONTA DA SERRA
2014

ANA CAMILA
ANA NEUMA
ISAC SATURNO
GUSTAVO MARQUES


GRÁFICOS






terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Feira de Ciências Escola Pedro Morais de Brito

De parabéns todos que fazem a Escola Pedro Morais de Brito do sítio Juá pela realização  da I Mostra de Ciências, Arte e Cultura realizada durante o dia de hoje.













quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Ponta da Serra poderá ter cobertura de Internet Wi- Fi

O vereador Henrique Leite solicita por meio do requerimento abaixo a disponibilização de Internet grátis para sede de Ponta da Serra por cobertura Wi-Fi, serviço esse em funcionamento , há mais de ano, em praças da cidade do Crato.

Antena de telefonia fixa VIVO chegando em Ponta da Serra

População de Ponta da Serra ansiosa em ver em funcionamento o sinal da Vivo de telefonia móvel, pois, a sua antena  já foi instalada. Lembrando que essa foi uma solicitação do vereador Henrique Leite , ainda em 2013, e registrado no Jornal Ponta da Serra.