sábado, 7 de agosto de 2010

MEU PAI-Seu Mozin e o Dia de Todos os Pais – Por César Mouzinho


Joaquim Mousinho de Oliveira nome do
meu inesquecível pai, essa homenagem vem de encontros
reescrevendo nosso relacionamento quando pré-adolescente
e adolescente no Crato, enquanto aqui atendo em
psicoterapias individuais adolescentes que não respeitam
seus pais, confesso que o meu veio Mozin mesmo depois de
ter ido pro céu há vários anos é e sempre será o meu maior
ídolo, só pra vocês terem ideia não tem Senna, Pelé, todos
os Kenedy juntos; maior que seu Mosin, meu eterno veio do
Cachimbão só Jesus Cristo.
Meu pai, não gostava de toma uma caninha, seus amigos e
contemporâneos diziam-me, “César, seu pai não gosto de uma
pinguinha, come com farinha”. Meu velho do Cachimbão, para
os amigos seu Mozin, para meus colegas veio Mozin, Meu pai
tinha vários nichos de amizades no Crato: Mercearia do seu
Caririzin, Bodega de seu Sadoque, Bar de seu Ivanildo,
Elite Bar e o Redondo. Mas, o que meu pai mais frequentava
era o Bar de seu Ivanildo e o Redondo. Dona Nair que nunca
foi boba, cedo já me falava: “Cesinha depois das aulas
do Diocesano passe lá no seu Ivanildo e traga seu pai”,
ela sabia que o Cachimbão tomava uma e pagava a rodada
para todos os amigos e seu Ivanildo tinha uma cadernetinha
só pra anotar as pingas do meu pai, as quais eram pagas
mensalmente.
Bem, ou no seu Ivanildo ou no Redondo, era a minha área
de atuação. Quando meu pai não estava em nenhum desses
lugares, aí o estomago batia nas costa de fome, pois as
aulas no Diocesano acabavam 11h40minmin. Chegar a casa
13hs, chegava morrendo de fome e quando era Baião de dois,
alias o melhor baião de do mundo é o da minha mãe D. Nair,
aí eu comia até as panelas. Ou nos dias de sábados quando
meu pai ia pra Redondo, eu nunca tive conhecimento de
alguém gostar de conversar tanto com seus amigos com seu
Mozin, amigos ponha conversa e multiplica por dez.
Minha sorte era quando ela já tina pego a carne lá no seu
Tonico, acho que da minha geração todo mundo comeu as
carnes do seu Tonico. Lembro-me quando minha mãe colocando
a mão em cima da carne e passava a faca e cortava ao mesmo
tempo ela balbuciava “esse Tonico é um amigão, essa carne
que ele me mandou é de primeira”.
Mas o reescrevendo a historia tem vários caminhos, quando
eu encontrava o meu PAI, seus amigos falavam “aí Mozin
a polícia da Nair chegou e eu falava” papai a mamãe
mandou lhe chamar “na maioria das vezes nós saíamos do
seu Ivanildo e seguíamos pro Redondo pra depois direto
pra casa. Mas havia outros caminhos, passar no posto de
seu Antônio Almino ou lá no seu Sadoque, meu Deus do céu
aja conversa. E era nesses caminhos pra casa na Rua: José
Alves de Figueiredo, na Vila Silvestre, eu recordo-me que
nossos vizinhos eram seu Zé do For, a família do hoje Dr:

Sim

no Plesbicito

Valdetário, Dona Anita, e a maior torcedora do Ceará no
Brasil Dona Lilô Felipe, para quem eu ligo daqui de São
Paulo após a vitória no Brasileirão. Ou para Rua: Padre
David Moreira no pimenta que o meu pai sempre vinha com um
dito popular e nesse ano de eleição e para nós aí no Crato
Plesbicito a favor da Ponta da Serra dentre inúmeros ele
perguntava-me: filho você sabe o significado do ditado
popular: Voto de Minerva - Orestes, filho de Clitemnestra,
foi acusado pelo assassinato da mãe. No julgamento, houve
empate entre os acusados. Coube à deusa Minerva o voto
decisivo, que foi em favor do réu. Voto de Minerva é,
portanto, o voto decisivo.
Conhecendo o meu Pai no dia 03 de outubro quando eu
ligasse pra ele para conversarmos sobre os futuros eleitos

ele me dizia: “Cesinha acabei de votar

para Ponta da Serra se torna Um Novo Município”
Artigo Especial do Dia dos Pais-São Paulo, 07/08/2010 –

2 comentários:

Iris Pereira disse...

Pôxa vida Cézar, bonita homenangem, mas precisava castigar meu coração contando essas passagens?
Ho! menino até perecia eu indo buscar o Veio Raimundo Correia.
Eita que nós temos tantas coisas pra lembrarmos do nosso querido Crato e tudo com tanto gosto que daria até um livro bem grosso que leríamos com muito gosto.
Ho! Saudade arretada.
Aproveito o embalo e lhe mando um abraço pelo dia dos pais.
Íris Pereira

Antonio Correia Lima disse...

Parabéns ao Dr, Cesar nesta data que também é dele. Agradecemos mais uma vez pelo carinho que tem pela nossa Ponta da Serra. Um dia o futuro município de Ponta da Serra irá lhe retribuir por essa sua gentileza