quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

AVALIAÇÃO PESSOAL DE LULA É RECORDE



Avaliação pessoal de Lula é recorde em janeiro e atinge 84%
Pesquisa CNT/Sensus divulgada ontem mostra que 72,5% consideram o governo Lula ótimo ou bom

A onda de demissões dos dois últimos meses não atingiu a popularidade do presidente
Luiz Inácio Lula da Silva, que obteve em janeiro novo re
corde de aprovação pessoal e de seu governo.


Pesquisa CNT/Sensus divulgada ontem mostra que 72,5% consideram o governo Lula ótimo ou
bom. A avaliação positiva sobre o desempenho do petista teve alta ainda maior e
chegou a 84%. Em dezembro, o presidente já havia alcançado índices recordes:
71,1% (governo) e 80,3% (desempenho pessoal).
A última pesquisa Datafolha, divulgada em dezembro, também mostrou que a avaliação
positiva de Lula era recorde, com 70% de ótimo/bom.
A pesquisa CNT/Sensus ouviu 2.000 pessoas entre 26 e 30 de janeiro, logo depois de o governo
ter anunciado o fechamento, em dezembro, de quase 655 mil vagas com carteira
assinada no país. Foi o pior desempenho do mercado de trabalho formal nos
últimos dez anos, efeito da crise internacional.
A pesquisa aponta que 51% dos entrevistados disseram acreditar na melhora do emprego nospróximos seis meses -o índice era de 47% em dezembro. No entanto,
o brasileiro sente os efeitos da crise. Dos entrevistados, 42,7% afirmaram ter receio de perder o emprego. Outros 56,6%
disseram conhecer ou ter ouvido falar de alguém que perdeu sua vaga. Metade
também disse estar disposta a sacrificar o salário, com redução de jornada,
para manter sua vaga de trabalho.
»
2010. Mesmo hoje impossibilitado de concorrer a um terceiro mandato em
2010, Lula é o campeão de menções na pesquisa espontânea -feita antes da
apresentação dos nomes dos candidatos. O petista foi lembrado por 21,3%.
Os governadores tucanos José Serra (SP) e Aécio Neves (MG) vêm depois, com 8,7% e
3,9%, respectivamente. A ministra Dilma Rousseff, que Lula tenta emplacar como
sua sucessora, é citada por 2,5% dos entrevistados.
Já na pesquisa estimulada, no cenário em que disputa com Serra, a petista passou de 10,4% para
13,5% das intenções de voto. O tucano caiu de 46,5% para 42,8%. Heloísa Helena
(PSOL) se manteve estável e tem 11,2%. A margem de erro é de dois pontos
percentuais.
“Há relativa alta de Dilma, que a população identifica com o PT”, disse Ricardo
Guedes, presidente do instituto Sensus.
A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional do Transporte, presidida
pelo empresário Clésio Andrade (PR), que já foi vice de Aécio Neves.
Com Aécio no lugar de Serra, o mineiro tem 23,3% dos votos. Dilma aparece atrás de Heloísa,
com 16,4%. A pesquisa foi feita em 136 municípios.

FONTE: JORNAL O ESTADO DE 03.02.09

2 comentários:

A.Morais disse...

Meu caro Antonio

Se o Lula insistir com a Dilma vai acontecer o mesmo que ocorreu em São Paulo com a Marta. Peia.

Antonio Correia Lima disse...

Muito bem, amigo Morais, tô gostando das suas visitas.