sexta-feira, 27 de março de 2009

MORRE, AOS 99 ANOS, MARIA LUIZA

Há poucos dias postamos uma singela matéria nas comemorações dos 99 anos de vida de Maria Alves de Brito, popularmente conhecida por Maria Luiza, que prestou importante serviço à nossa comunidade, principalmente, como botadeira d’água, em época que não existia abastecimento como nos dias de hoje É com grande pesar que noticiamos o seu falecimento ocorrido pela manhã.
Maria Luiza, apesar de pertencer a uma das mais tradicionais famílias de Crato, a família Brito, levou uma vida humilde,com muito trabalho e muita resignação.
Filha legítima de João Severiano de Brito e Luiza Alves de Brito, sua prima legítima. Maria nasceu no dia 14 de novembro de 1910.Costumo dizer que Maria Luiza é Brito “indo e voltando”, pois seus dois avós eram irmãos (expressão sempre repetida por ela).Devemos dizer que, ainda na primeira metade do século XIX, três irmãos “Britto”, oriundos de Recife, adquiriram o sítio ou fazenda Ponta da Serra e mais a área de terra compreendida das margens dos Carás, no sítio Malhada, até às proximidades da Cidade de Crato. Dois dos três irmãos ficaram nesta nossa região enquanto o terceiro ficou nas proximidades da Cidade. Dos dois que aqui se fixaram, um se chamava Antonio Correia de Brito que era o pai do major Eufrásio de Brito, Antonio de Brito Correia, Marcelo de Brito (que se fixou em Várzea Alegre), Severiano de Brito Correia e Miguel Alves de Brito, sendo os dois últimos os avós de Maria Luiza.

NOTA: A FOTO DO DIA DO ANIVERSÁRIO

Um comentário:

A.Morais disse...

Antonio

Lamento o falecimento de Maria Luiza e transmito os meus sentimentos aos seus familiares.