sexta-feira, 17 de julho de 2009

170709 - Reportagem Antonio Vicelmo - Parque da ExpoCrato deve permanecer no Local

Uma audiência foi realizada, durante a Expocrato, para definir o local do evento.
Crato. A maioria dos representantes de entidades de classe e Prefeitura que participaram da audiência, promovida pelo Ministério Público, para discutir a transferência do Parque de Exposições do Crato, manifestou-se em favor da permanência do parque na Avenida Maildes Siqueira, no Centro, ao lado da Universidade Regional do Cariri (Urca). O argumento é que a Expocrato faz parte da cultura e da afetividade dos cratenses.
O promotor de justiça Pedro Luís Camelo informou que, de acordo com a decisão da maioria dos presentes à audiência, o parque deve permanecer no mesmo local. O representante do Ministério Público também questionou a administração da Expocrato por voluntários. Ele disse que, de acordo com a Lei, a responsabilidade de gerir o evento é do Estado. Porém, a deliberação não é conclusiva.

Mesmo diante dos argumentos dos expositores de que o parque não atende às condições técnicas para a dimensão do evento, a maioria dos presentes, a começar do prefeito Samuel Araripe, sugeriu que o Governo aplicasse os R$ 25 milhões destinados à construção do novo parque na requalificação do atual. O prefeito apresentou o Plano de Requalificação Urbana do Município, com um anteprojeto, indicando a urbanização e ampliação do parque que foi entregue ao secretário de Desenvolvimento Agrário, Camilo Santana. Ele disse que “cabe à comissão formada pelo Governador” definir a localização do parque, estendendo-se às consultas a outros setores da comunidade.“Não existe, sequer, um projeto, o governador não tem interesse de se desgastar, construindo um empreendimento que a população não quer”, disse Santana, acrescentando que será respeitada a vontade da maioria dos cratenses.

Na ocasião, foi apresentado o projeto de construção do parque de Sobral com áreas de estacionamento, shows, pista de vaquejada, alojamentos, auditórios, dentre outros equipamentos. O parque de Sobral vai ocupar uma área de 40 hectares, enquanto o atual parque do Crato possui apenas 36ha.

Por: Antonio VicelmoRepórter do Jornal Diário do NordesteColaborador do Jornal Chapada do Araripe
O.B.S - A foto original, devido à resolução que nos chegou, foi substituída por outra da autoria de Dihelson Mendonça do mesmo evento.

Postado por Dihelson Mendonça


Extraido do Blog do Crato

Um comentário:

A.Morais disse...

Antonio
Sou um partidario das reformas e ampliações, não interessa se no mesmo local ou noutro. O Parque tem que ser ampliado para atender as demandas da nossa principal vitrine- Expocrato.